Home / Imagem empresarial / A importância da Etiqueta para o seu Sucesso Profissional

A importância da Etiqueta para o seu Sucesso Profissional

A forma como se comporta e como trata os outros diz muito sobre si e tem uma influência direta sobre o seu sucesso pessoal ou da sua empresa. A Manon Rosenboom Alves dá-lhe a conhecer os elementos mais importantes que deve ter em conta no relacionamento interpessoal.

Recentemente dei uma formação sobre imagem e etiqueta numa consultora internacional de renome e fiquei surpreendida pela positiva pelo facto que até os millennials dessa empresa deram muita importância aos temas propostos.

Para algumas pessoas pode parecer antiquado falar de boas maneiras ou regras de comportamento, mas a verdade é que a forma como se comporta e como trata os outros diz muito sobre quem é e tem uma influência direta sobre o seu sucesso.

Enquanto trabalhador da sua empresa, não só está a projetar a sua imagem pessoal, mas também a imagem da sua empresa. Se não comunica de forma educada e se for agressivo com os seus clientes, irá afetar a sua marca pessoal para sempre e pode correr o risco de perder o seu emprego ou de perder clientes. Se há uns anos o foco estava nas competências técnicas, hoje as ‘soft skills’, ou seja as suas competências para se relacionar de forma positiva e agradável com as outras pessoas, são determinantes para o seu sucesso.

Os elementos mais importantes relativamente à etiqueta são os seguintes:

CUMPRIMENTAR 
Cumprimentar alguém que passa por si no corredor na empresa, a rececionista ou uma pessoa que entra no elevador parece algo muito estranho para muitas pessoas. Porém, é um gesto muito simpático e ajuda a criar bons relacionamentos. Cumprimentar alguém deve ser feito independentemente da sua posição e, no caso de uma reunião onde algumas pessoas já estão sentadas, deve levantar-se quando alguém quer cumprimentá-lo. Não só cria mais empatia por conseguir olhar melhor nos olhos, como estará ao mesmo nível físico da outra pessoa e isso é importante para o sentimento de igualdade entre as pessoas.

CONVERSAR & ‘SMALL TALKS’ 
Saber falar bem com os outros é uma arte e tudo começa em mostrar um interesse genuíno na outra pessoa. Principalmente em eventos de networking, pode acontecer estar rodeado de pessoas que não conhece, mas que podem ser importantes para si. Deixar uma boa primeira impressão nestas situações é crucial, pelo que há que ter cuidado com a forma como fala e o que diz. Tenha cuidado com os assuntos que aborda. E apresente-se com o seu primeiro e último nome e pergunte como a outra pessoa se chama. Tente memorizar o seu nome para poder usar durante a sua conversa e para se despedir e mostre um interesse sincero na outra pessoa.
Diverse group of people at a community center. Meet and greet.
O USO DO TELEMÓVEL
Não há dúvida de que o telemóvel ocupa um lugar central na nossa comunicação interpessoal. Enquanto muitas pessoas que não cresceram com o telemóvel rejeitam esta forma de interação, as gerações mais novas não conseguem imaginar uma outra forma de comunicar. Quando está a falar com alguém, deve dar-lhe a sua atenção e não estar de olho no telemóvel ou estar a responder a mensagens. Quando está em reunião, coloque o seu telemóvel em silêncio. Atender o telemóvel ou enviar mensagens é considerado um sinal de falta de respeito. Se está à espera de uma chamada importante que não pode ser adiada, avise as pessoas antes.

PONTUALIDADE
A pontualidade é um dos aspetos da etiqueta fortemente influenciada pela cultura em que estamos. Há empresas onde existe alguma flexibilidade relativamente à hora de entrada, mas, se não é o seu caso, certifique-se de que chega sempre a horas. Chegar a tempo à empresa, às reuniões, aos compromissos pessoais diz muito sobre os seus valores pessoais, sobre o seu respeito em relação aos outros e ao tempo deles.

E- MAILS 
Apesar das grandes vantagens de poder comunicar muito mais em menos tempo, isso não quer dizer que certas regras de boa educação sejam ignoradas. Lembre-se quando envia um e-mail de trabalho que o mesmo menciona o nome adequado da pessoa e de acordo com o grau de confiança que tem com essa pessoa e verifique se não há erros ortográficos ou gramaticais. Tente responder dentro de 24-48 horas, mesmo que não tenha a resposta final. Pode, neste caso, comunicar quando terá a resposta completa. Nunca envie um e-mail quando está zangado. Escreva aquilo que quer dizer, mas grave sem o endereço de e-mail da pessoa colocado e volte a ler mais tarde ou no dia seguinte. Abreviaturas como ‘lol’, smileys e ‘BFF’ e escrever com letras maiúsculas devem ser evitados num e-mail formal. Evite também demasiados pontos de exclamação.

ETIQUETA NAS REDES SOCIAIS 
Se a etiqueta física tem tudo que ver com bom senso, na Internet esta atitude torna- se ainda mais pertinente. Uma vez publicados, um comentário, imagem ou vídeo inapropriados dificilmente se conseguem retirar, com as consequências acima mencionadas. Eis algumas dicas para evitar consequências negativas para a sua reputação quando publica nas redes sociais:

  • Informe-se se a empresa tem uma política acerca do uso das redes sociais. Muitas empresas não têm uma política definida e permitem que os seus colaboradores usem as redes sociais durante o tempo que estão no escritório. Mesmo assim, terá que ter cuidado com a frequência com que usa as redes sociais e o que publica, pois as empresas podem estar a monitorizar esta forma de comunicação.
  • Não critique o seu empregador nem os seus colegas nas redes sociais. Mesmo que faça isto no Facebook onde não são amigos seus, basta alguém fazer um gosto na foto e que esteja conectado a eles e o post pode chegar a pessoas a que não quer que chegue.
  • A linha entre a vida profissional e pessoal é cada vez menos definida. Pode achar que as suas fotos pessoais publicadas no Facebook dizem respeito à sua vida privada e que a sua empresa não tem nada que ver com isto. Porém, tudo o que publica pode influenciar como o seu chefe e os seus colegas o veem e isso pode ser ponderado, conscientemente ou inconscientemente, na hora das promoções.
  • Tenha também muito cuidado com a sua linguagem. Se quer deixar a sua crítica sobre alguma informação publicada, faça-o de forma objetiva e não a nível pessoal.Realço que o valor dado a cada um destes elementos pode variar de cultura para cultura. Se vai ter uma reunião no estrangeiro, informe-se sobre os aspetos de etiqueta mais importantes da outra cultura. Formas de cumprimentar (beijinhos ou não), a distância entre as pessoas e a pontualidade são alguns exemplos que são abordados de forma diferente nas várias culturas. Mostrar que tem algum conhecimentos sobre os hábitos da outra cultura aumentará o respeito que os outros têm para si e as hipóteses de ter sucesso!

 

Escrito por Manon Rosenboom Alves

Managing Director Reinvent Yourself – powered by Colour me Beautiful

Fonte: Livro Marca Pessoal, SA – Como Comunicar, Agir e Vestir a sua Marca pessoal para ter mais Sucessso

 

PartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn