Home / Cursos / Personal Branding: Estratégia para o Sucesso Profissional

Personal Branding: Estratégia para o Sucesso Profissional

Se lhe perguntar para me dizer 3 marcas internacionais que vêm logo à sua mente, quais são? Não sou uma vidente, mas provavelmente uma ou mais destas marcas surgirão: Apple, Coca Cola, e Mc Donald´s! Não é por acaso que estas marcas estão no ‘top of mind’ na maioria das pessoas. São marcas que conseguiram criar uma ligação emocional forte connosco com associações normalmente positivas. Identificamo-nos com os valores que estas marcas transmitem, como a beleza, a confiança, a amizade e prazer.

Mas sabia que com as pessoas isto também acontece? Quando pensamos no Cristiano Ronaldo, Bill Gates ou Oprah Winfrey, sabemos logo o que é importante para eles e quais são as mensagens principais que querem deixar no mundo e por isso têm uma marca pessoal forte e autêntica. Eles comunicam com clareza, usam os canais de comunicação de forma consistente e relacionam-se com pessoas que partilham os mesmos valores que eles. Mas não precisamos de ser famosos fazer um personal branding bem sucedido. O mais importante é ter a consciência que todos nós temos já uma marca pessoal, ou seja, o nosso valor pessoal, que determina como as outras pessoas nos veem, e mostra – ou deve mostrar – qual é a mais valia que temos para os nossos ‘stakeholders’. E quanto mais positiva, mais valor terá. E quanto maior a visibilidade, mais será a probabilidade de ter sucesso!

Handshaking

Para construir uma marca pessoal forte e consistente, precisa de passar por várias etapas. Em primeiro lugar, é importante conhecer-se a si mesmo. Quais são os seus verdadeiros interesses e paixões? O que sabe fazer muito bem, até melhor que os outros? Igualmente importante é refletir sobre o seu posicionamento. Onde se encontra em relação a outros profissionais do mesmo ramo? E se tivesse que resumir numa frase quem é e qual é o seu valor acrescentado, consegue dizer sem hesitar? A seguir, como divulga a sua marca pessoal? Hoje em dia, mesmo com um emprego estável, é necessário criar alguma visibilidade presencialmente e online para atrair os clientes, parceiros e empregadores certos. Partilhar os seus conhecimentos, fazer networking e ter cuidado com a sua imagem exterior é importante para construir uma marca pessoal consistente.

O personal branding não é uma preocupação somente do colaborador. As empresas, cada vez mais preocupadas com a sua employer brand, só têm que ganhar com marcas pessoais fortes na sua empresas, pois existe um reforço mútuo aqui na perceção positiva de ambas.

Por fim, uma marca pessoal nunca está ‘acabada’. Por um lado estamos sempre a evoluir e a crescer pelo que as nossas prioridades na vida podem mudar. A nossa marca pessoal deve refletir isto. Por outro lado, é importante sempre atualizar as nossas informações pessoais e partilhar conhecimentos nas redes sociais relevantes como o linkedin para mostrar a sua relevância para um futuro negócio ou empregador.

 

Manon Rosenboom Alves

Consultora e Formadora de Marketing Pessoal & Imagem Profissional

Managing Director Reinvent Yourself

PartilharShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn